Skip to main content

Saiba porque a Finlândia tem o melhor sistema de ensino do mundo

Foto1

 

A Finlândia é considerada um dos melhores países para se viver, graças à economia crescente, por oferecer qualidade de vida e ainda ter o melhor sistema de ensino do mundo.

Por falar em educação, o país está no topo do ranking do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, o PISA. Ele é calculado com base em diversas medidas, uma delas é a pontuação em exames internacionais.

Algumas estatísticas que comprovam essa performance é o fato de que 93% dos Finlandeses formam no ensino médio, sendo que 66% deles vão para o Ensino Superior, taxas consideradas as maiores da Europa.

Para entender como o país chegou a esses índices é preciso voltar ao passado. Na década de 70 a Finlândia deu início a uma reforma no sistema educacional. Entre as mudanças está a descentralização do poder educacional na qual exigiu uma forte e altamente treinada força de ensino.

As regras básicas nacionais ainda existiam e deveriam ser cumpridas por todas instituições educacionais, portanto foi dado a elas a liberdade individual para criar e implementar o sistema de ensino que acharem melhor. O resultado desse ensino diferenciado aparece 30 anos depois com todos esses dados do PISA.

 

Prioridade na valorização dos professores

O conselheiro chefe de educação da maior empresa de educação do mundo, a Pearson, contou a rede de televisão britânica BBC recentemente que os países com melhor colocação no ranking, oferecem aos professores um alto status na sociedade.

Tratar o professor como um profissional respeitado e não apenas um meio de educar os alunos é fundamental para esse sucesso. Todo professor na Finlândia deve ter um Mestrado e mesmo assim, a concorrência para vaga de professores ainda é acirrada, fazendo com que passem por diversos exames de seleção dentro dos 10% dos melhores alunos.

O processo seletivo é rigoroso. Depois de serem aprovados ainda passam por um treinamento em universidades específicas para formação de professores. Nessas instituições, eles aprendem a teoria e a prática. Além disso, participam de um processo de mentoria no qual recebem feedbacks constantes e relatórios individuais de desempenho.

Essa estratégia para tornar a profissão atraente funcionou para incentivar os jovens a quererem se tornar professores e também a buscar a admiração e o respeito pela profissão por parte dos alunos, pais, governo e sociedade como um todo.

Os professores na Finlândia gastam em torno de 20 horas semanais dentro de sala de aula e outras 20 horas realizando tarefas extra curriculares relacionadas aos estudantes ou ao próprio desenvolvimento profissional.

 

Método de ensino “there’s no one-size-fits-all”

Muitas escolas e inclusive o Ministério da Educação consideram mais importante um ensino abrangente que inclua artes, música, cozinha, artes industriais, entre outros, do que dar foco extremo à ciência, matemática e leitura, ainda que as crianças finlandesas estejam sempre entre as melhores nessas três matérias.

Além do mix diversificado de matérias, os finlandeses acreditam também que misturar um pouco de tecnologia, interação humana e livros é a fórmula ideal para fazer com que o ensino se adapte às diversas maneiras de aprendizado dos alunos.

O ambiente educacional é propício e profissional

O Governo e as escolas também se comprometem a disponibilizar a melhor estrutura possível para professores e alunos. As salas de aula contam com tecnologias que tornam o ensino mais prático e mais interativo para ambos.

O ambiente para professores dentro das escolas também são bem “aconchegantes” e atendem às necessidades para se sentirem o mais confortável e a vontade possível para realizar as suas tarefas fora da sala de aula.

 

Faça o download gratuito do nosso guia com dicas rápidas para transformar sua aula em vídeo-aula5 dicas para transformar aula em vídeo aula

Share on Facebook220Share on Google+2Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn6

Um comentário em “Saiba porque a Finlândia tem o melhor sistema de ensino do mundo

  1. Cordiais Saudações! Tenho um prazer enorme em mandar meus filhos para estusar nesse país.
    Preciso da vossa ajuda, para ter melhores informações, no que tange o modo de vida, inclusão social acessível, racismo, descriminação, etc.
    Importa saber também, se é possível estudar em forma de internato, de maneira que eu mande os filhos pra lá e pagar a formação completa com o pacote de estadia.
    Obrigado pela atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *