Skip to main content

Saiba como a educação evoluirá nos próximos 14 anos

Replay4me - Educação

As mudanças não param de chegar e as transformações que operam em nossas vidas já saem do contexto tecnológico para impactar outros aspectos, como a educação. Estamos lentamente saindo de um modelo tradicionalista para uma educação mais dinâmica e ligada às reais necessidades do indivíduo, que deseja ser único, que busca conhecimentos exclusivos e requer um novo tipo de instituição de ensino. Diante deste cenário, confira agora o que esperar da educação nos próximos 14 anos.

Acesso à educação para todos

A internet já vem contribuindo consideravelmente para a disseminação do conhecimento no mundo, em especial por meio dos MOOCs – Massive Open Online Course, iniciativa que só tende a crescer nos próximos anos. Através dos MOOCs todos têm acesso a cursos de nível técnico e universitário gratuitamente, com a possibilidade de interagir com instituições de ensino e pessoas do mundo todo.

Um fator limitador para o uso deste recurso é a fluência em outros idiomas, mas a tecnologia já está tão avançada que em breve teremos tradutores simultâneos que tornarão o acesso à educação ainda mais facilitado.

Maior segmentação do mercado educacional

As instituições de ensino enfrentam um grande dilema atualmente: a necessidade de grandes infraestruturas para atender a um número limitado de alunos, o que onera o financeiro e barra a expansão do negócio. Nos próximos anos começaremos a ver uma nova forma de segmentação das instituições de ensino, onde cada uma se especializará em uma parte do processo de educação: criação de conteúdo, disseminação do conteúdo, avaliação e certificação.

Esta segmentação impactará principalmente no ensino presencial e à distância, já que a tendência é que as aulas se tornem virtuais para que a infraestrutura seja mais enxuta e ágil na condução dos processos de educação.

Conhecimento no bolso

A tecnologia está conosco diariamente, e cada dia menos paramos sentados em frente a um computador para desfrutar dela. Na educação não será diferente. Os conteúdos estarão disponíveis em tablets, smartphones e outros gadgets que permitam levar o conhecimento para onde quer que esteja o aluno.

Gamification

Uma das crises que o ensino vem enfrentando nos últimos anos é a falta de capacidade de inovar e despertar o interesse de uma geração altamente conectada e multitarefas. Ficar durante quatro horas prestando atenção ao professor falando em sala de aula já não é um mecanismo funcional, e por isso os alunos perdem o interesse nos estudos. Com o Gamification, ou seja, a utilização de recursos de games para uma melhor interação entre os alunos e os conteúdos a serem estudados, a educação se tornará mais atrativa e dinâmica, recuperando o prazer de se estudar.

Aulas multimídia

A infraestrutura das escolas e universidades em geral ainda peca na falta de conteúdos multimídia para que os alunos sejam estimulados de diferentes maneiras. Nos próximos 14 anos veremos mais recursos multimídia impactando os alunos não só nas instituições de ensino mas também fora delas, tornando a educação parte do dia a dia das pessoas.

Conteúdos personalizados

A formatação de cursos padronizados deixará de existir para atender a uma demanda cada vez maior por conteúdos personalizados, que o aluno possa escolher de acordo com as suas aptidões e interesses. Muitos alunos deixam de estudar pela falta de interesse em determinadas matérias obrigatórias, tanto no ensino fundamental e médio quanto no superior. Com essa nova visão da educação, formaremos profissionais únicos, mais capacitados e especializados em determinadas áreas do conhecimento. Será o momento de sair da caixinha e inovar.

Redes de aprendizado

Enquanto as instituições de ensino ainda correm contra o tempo para desenvolver currículos únicos, num futuro próximo isso deixará de ser prioridade, pois serão criadas redes de aprendizado, onde tanto as instituições de ensino quanto os alunos compartilharão conhecimentos.

E aí, gostou do novo panorama da educação para os próximos anos? O que mais lhe agrada e o que mais lhe assusta neste novo cenário?

Não deixe de comentar!

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *