Skip to main content
modelo-blog-post

10 livros pedagógicos que todo professor e coordenador devem ler

Estar bem informado e preparado deve fazer parte do cotidiano do educador, já que novas informações surgem a todo momento. Pensando nisso, a Replay4.me criou essa lista com livros práticos, que auxiliam no desenvolvimento do lado pedagógico do professor e do coordenador, ao apresentar novas e antigas ferramentas de ensino.

Escolhemos obras que falam sobre o uso da criatividade (aluno e professor), ideias para atividades práticas, compreensão do que é ensinar, como identificar problemas, dificuldades de aprendizagem e diferenças de pensamento, uso de tecnologias em sala de aula e os processos de formação do conhecimento.

Confira abaixo essa lista caprichada!

 

  • Gramática da Fantasia – Gianni Rodari

Desenvolvido pelas experiências didáticas do autor, mostrando que a criatividade no processo de ensino contribui para a aprendizagem prática e desenvolvimento do aluno. Traz exercícios e atividades e embora muitas ações tenham sido aplicadas no de ensino infantil, outras séries podem ser beneficiadas, instigando alunos a usarem sua criatividade para aprender.

 

  • A Prática Educativa: Como Ensinar Antoni Zabala

É como um manual para adoção da prática na sala de aula, buscando o desenvolvimento acadêmico e social dos alunos ao elaborar aulas esquematizadas, com objetivos definidos e voltados para atividades e tarefas que irão promover a aprendizagem. Ajuda a melhorar o nível de compreensão dos estudantes, sendo referência aos professores na utilização de novos processos de ensino.

  • Pedagogia da autonomia – Paulo Freire

Traz parâmetros educativos que demonstram ao professor onde e como melhorar suas ações doentes, trazendo benefícios no desempenho discente. É um norteador para professores ajudando a compreender como devemos repassar o conhecimento aos alunos.

 

  • Dificuldades de Aprendizagem: A Psicopedagogia na Relação Sujeito, Família e Escola – Simaia Sampaio

Auxilia na descoberta das dificuldades atuais de aprendizagem causadas pelas novas formas de interações sociais e educacionais. Realiza uma análise separada de cada setor (família, escola, bairro) que em contribuem ou não no processo de aprendizagem. Saber identificar essas ações é uma ótima forma de melhorar o ensino, levando ao desenvolvimento dos alunos.

 

  • A inteligência aprisionada – Alicia Fernandez

Aborda o processo e resultados de um experimento para compreender os principais bloqueios na aprendizagem, analisando a criança, família e as instituições de ensino. Conhecendo as causas, busca encontrar meios para sanar os problemas de aprendizagem. É importante para quem deseja auxiliar cada aluno em suas dificuldades, identificando as deficiências básicas.

 

  • Developing Minds – Arthur Costa

Estima o futuro da educação como sendo focada em resultados, onde desenvolve cinco ferramentas que acredita serem necessárias para que o aluno aprenda em tempos de pressão pela agilidade: Aprender a pensar; Pensando em aprender; Pensando juntos; Pensando sobre a própria reflexão; Pensando grande. Auxilia na identificação das diferentes formas de pensamentos em sala de aula, buscando o desenvolvimento de cada aluno.

 

  • The Connected Educator – Sheryl Nussbaum-Beach e Lani Ritter Hall

Aborda maneiras de integralizar a educação com os processos atuais de comunicação, como as mídias sociais, permitindo que o aluno selecione as bases de seu conhecimento e gerencie seu aprendizado. Ajuda a encontrar ferramentas para viabilizar o uso de tecnologia em sala de aula, com ou sem autonomia do aluno.

 

  • O professor faz a diferença – José Lopes e Helena Santos Silva

Compreende o professor como o maior contribuinte ou não para o desenvolvimento intelectual dos alunos, já que suas ferramentas podem alavancar ou atrasar o processo de aprendizagem. Professores podem analisar outro lado da profissão: a responsabilidade na construção do conhecimento.

 

  • A arte do ensinar – Rubem Alves

Um material feito para lembrar o professor que ele também deve aprender, para ensinar. É manter-se atualizado, aberto a opções, focado no desenvolvimento de cada aluno, enquanto desenvolve a si mesmo como profissional. Os resultados: processo evolutivo do professor e seus alunos.

 

  • Epistemologia Genética – Jean Piaget

Trabalho desenvolvido a partir de diversas pesquisas biológicas do autor, onde se descobriu como o ser humano desenvolve e organiza suas estruturas cognitivas que levam à construção do conhecimento e inteligência. É um material que permite a compreensão de como o conhecimento se forma, seus processos e qual a contribuição docente neles.

Essa “coleção pedagógica” serve para desenvolver as capacidades docentes, ao agregar informações que possam interagir com as diversidades de intelecto e capacidades presentes na escola e sala de aula.

Share on Facebook9Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *